Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Brasil agiliza comércio exterior, mas cai em ranking internacional

O tempo para a liberação das exportações e das importações no Brasil caiu 15% no último ano, conforme o estudo Doing Business 2010, do Banco Mundial. Por outro lado, o País em nada avançou quanto às exigências documentais.
O Doing Business 2010 (Fazendo Negócios, em inglês) avaliou o desempenho de 183 países, em vários segmentos econômicos, com relação ao ano passado. O Brasil, apesar da redução nos prazos de exportação e importação, teve um revés e caiu oito posições no quesito Comércio entre fronteiras, passando do 92º para o 100º lugar no ranking mundial. No geral, considerando tópicos que vão de abrir um negócio até incidência de impostos, o País ficou na 129ª colocação.
De acordo com o relatório do Banco Mundial, a redução no tempo das operações de comércio exterior no Brasil é resultado das reformas em normas específicas praticadas ao longo dos últimos cinco anos. O estudo identificou que 92 economias seguiram esta linha, melhorando procedimentos e, por consequência, reduzindo os tempos de liberação.
Um outro fator listado no levantamento é que os países que conseguiram reduzir seus prazos de exportação e importação optaram por limitar as inspeções físicas de cargas apenas para as de maior risco e mais visadas para práticas ilegais.

Fonte: A Tribuna