Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Porto de Santos pode levar dois meses para compensar atraso gerado pela greve dos auditores da Receita

Apesar de insatisfeitos com a proposta do governo, os auditores fiscais só voltarão a fazer greve em 2006 se a meta de crescimento na arrecadação estipulada pelo governo, que é condição para o aumento do salário, for inatingível.
Nos portos em que a greve dos auditores fiscais da Receita Federal comprometeu as atividades é esperado que a situação volte ao normal entre duas semanas a dois meses. Nos dias em que houve paralisação da Receita Federal em Santos, uma média de 600 contêineres deixavam de ser liberados por dia. A alfândega do porto espera que para cada dia parado sejam necessários quatro dias de trabalho para compensá-lo. Até setembro, o desembaraço das cargas ainda ficará comprometido.

Fonte: NetMarinha