Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Modernização da diplomacia comercial

A recente suspensão da Rodada Doha por prazo indeterminado pegou o Brasil no contrapé pois, ao contrário da maioria dos países emergentes, afastamo-nos das negociações regionais e bilaterais para apostar tudo na OMC – Organização Mundial do Comércio. A posição do ministro da Indústria e Comércio da Índia, Kamal Nath, é bem mais realista do que nosso samba de uma nota só: reiterou o compromisso de seu país com o sistema multilateral de comércio, mas disse que tem priorizado também, sobretudo enquanto Doha não for destravada, acordos regionais e bilaterais de comércio.
Trata-se do reconhecimento pragmático das duas lógicas concorrentes que determinam as relações internacionais. Por um lado, há lógica dos Estados soberanos na disputa por seus interesses, da “guerra de todos contra todos”, expressa pelo pensador britânico Thomas Hobbes. Por outro, o idealismo kantiano crê na igualdade entre os Estados e na viabilidade de um poder mundial que ordene o relacionamento entre eles.

Fonte: Valor Econômico