Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Meirelles diz que, no momento, cortar juro é mais eficiente que reduzir compulsório

O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, deu sinais ontem de que não deve ocorrer tão cedo uma redução no chamado recolhimento compulsório, apontado pelos bancos como um dos responsáveis pelos altos juros cobrados nos empréstimos no Brasil. Questionado sobre o assunto em audiência pública na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, Meirelles disse que “o Banco Central tem julgado que, no atual momento, é mais eficiente para a economia brasileira reduzir os juros”.

Fonte: Folha de São Paulo