Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Greve de auditores da Receita completa 50 dias sem contraproposta do governo

A greve dos auditores fiscais da Receita Federal completa hoje 50 dias e vem impondo crescentes prejuízos ao comércio exterior e à produção industrial. Aproximadamente 6 mil funcionários estão sem trabalhar porque reivindicam que os salários iniciais da carreira aumentem dos atuais R$ 7,5 mil para R$ 16 mil.
O diretor da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, reconhece que o impacto da greve é grande. O controle de entrada de mercadorias importadas considera a comparação de preços, a análise de declarações e outros arbitramentos. Além disso, Castro adverte que as importações de insumos para a indústria são estratégicas para a produção e para as exportações.
A greve dos auditores da Receita também impacta as exportações, segundo Castro. O diretor da AEB explica que o Brasil, nesses momentos, sofre grande prejuízo à sua imagem porque os exportadores ficam impedidos de cumprirem os prazos dos contratos com seus clientes no exterior.
Além dos prejuízos ao fluxo do comércio exterior, a greve da Receita também atrapalha a administração tributária.

Fonte: Valor Econômico