Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Fazenda quer corte drástico em alíquotas de importação

O Ministério da Fazenda defende uma abertura mais agressiva do mercado brasileiro de produtos industriais nas negociações da Rodada Doha, da OMC – Organização Mundial de Comércio. A equipe do ministro Antonio Palocci propõe um corte de 35% para 10,5% na tarifa máxima consolidada para bens industriais junto ao órgão. A proposta é mais generosa do que aquela que vem sendo oficialmente defendida pelo Itamaraty e implica a aceitação, pelo Brasil, da chamada “fórmula suíça” para o corte das tarifas industriais, defendida por Estados Unidos e União Européia. O Brasil, junto com Índia e Argentina, defende a fórmula ABI, que leva a cortes menores.

Fonte: Valor Econômico