Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Brasil perdeu a melhor hora, admite Furlan

O ministro do Desenvolvimento, Luiz Fernando Furlan, que integra a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na visita ao Reino Unido, admitiu que o Brasil perdeu o melhor momento para impulsionar o crescimento da economia. “É verdade”, comentou o ministro, ao ser indagado pelos jornalistas. Otimista, porém, acrescentou: “A melhor janela talvez tenha passado, mas ainda tem janela aberta.”
Para Furlan, embora o crescimento do País tenha sido de apenas 2,3% no ano passado, grande parte das empresas apresentou números melhores. “Estão no Brasil 400 das 500 maiores empresas. O balanço delas no Brasil foi várias vezes maior que 2,3% e mostra que a grande maioria teve excelentes resultados. Portanto, é aquela velha história: na média, a temperatura é boa”, afirmou. O ministro voltou a demonstrar insatisfação com a baixa taxa de câmbio, que vem trazendo dificuldades a vários setores exportadores, mas descartou a possibilidade da adoção de medidas mais radicais. “Não tem uma solução única para o câmbio. É preciso um conjunto de medidas”, disse Furlan, destacando, como exemplo, a redução de alíquotas de importação de vários produtos, anunciada ontem pelo governo.

Fonte: O Estado de São Paulo