Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Acordo Automotivo

O Diário Oficial da União trouxe na edição de sexta-feira as regras para o acordo provisório entre Brasil e Argentina no setor automotivo. O texto mantém as regras estabelecidas para 2005. Entre as medidas, permanece o índice de 2,6 para o comércio entre os dois países. Isso quer dizer que para cada US$ 100 exportados, o país poderá importar US$ 260 com isenção de impostos. Uma novidade é que o acordo prevê que os valores exportados para fora do Mercosul também poderá ser calculado para efeito do “flex”. O acordo, que foi prorrogado em dezembro passado, foi firmado em 24 de fevereiro após intensas negociações entre o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil e o Ministério da Economia da Argentina. As medidas provisórias irão vigorar até que, em julho, se firme o acordo definitivo. Em nota, o secretário brasileiro do desenvolvimento da produção, Antônio Sérgio Martins Mello, diz que o objetivo principal do acordo é percorrer uma trajetória para alcançar o livre comércio.

Fonte: Gazeta Mercantil, 13/03/2006