Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

MDIC investe R$ 7 milhões no novo Siscomex de exportação

Com investimento de R$ 7 milhões, o MDIC (Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) contratou o Serpro (Serviço Federal de Processamento de Dados) para o projeto de desenvolvimento da versão atualizada do Siscomex (Sistema Integrado de Comércio Exterior). Segundo Marcelo Sampaio Filho, do Decex (Departamento de Operações de Comércio Exterior), “é possível que o novo Siscomex entre em operação no primeiro semestre de 2006”. De acordo ao executivo, o sistema estará disponível na internet, possibilitando o acesso a qualquer hora e lugar. Hoje, para transportar uma mercadoria até o porto, o exportador brasileiro precisa do RE (registro de exportação), Fatura Comercial e Nota Fiscal. “O novo sistema criará condições para que as empresas consigam exportar com um único documento que conterá os dados baseados nas informações exigidas pela legislação”. Além disso, o novo Siscomex buscará e também fornecerá informações de aproximadamente 20 órgãos anuentes e possibilitará ainda a integração com sistemas contábeis das empresas exportadoras. Sampaio Filho disse também que o sistema se adequará às informações mais simples, como embarque de soja, por exemplo, até às mais sofisticadas, como que as que utilizam benefícios de drawback. “Hoje é necessário preencher 63 campos no RE independente do tipo de exportação. Nas operações mais simples, será preciso completar entre 25 e 30 campos de informações”, conclui o executivo que estava presente no 25.º ENAEX -Encontro Nacional de Comércio Exterior.

Fonte: