Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Fiesp avalia tarifa de importação

O Brasil terá de cortar 5,4 mil linhas tarifárias para a entrada de produtos estrangeiros no País caso o governo decida adotar a proposta do Ministério da Fazenda como base para as negociações na OMC – Organização Mundial do Comércio, sobre a redução de tarifas de importação de bens industriais. A avaliação é da Fiesp – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, que, pela primeira vez, fez o levantamento do impacto da liberalização para o Brasil. A entidade ainda critica o governo por não ter feito até hoje um estudo sobre as barreiras técnicas e fitossanitárias que os produtos nacionais enfrentam no mercado internacional. ‘O debate começou errado’, afirmou Carlos Cavalcanti, diretor-adjunto do Departamento de Relações Internacionais da Fiesp.

Fonte: O Estado de São Paulo