Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Economistas aprovam esforço exportador

O desempenho do ministro Luiz Fernando Furlan – Desenvolvimento, na promoção do comércio exterior foi aprovado pela maior parte dos economistas brasileiros. É o que revela a Pesquisa DCI realizada em agosto com 150 economistas de todo o Brasil. Os números obtidos neste setor desde a posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com sucessivas quebras de recordes positivos na balança comercial, parecem ter convencido os especialistas a dar um voto de confiança na atual política: para 25% do total de entrevistados, a melhor coisa a fazer em relação ao comércio exterior é manter o que vem sendo feito. Um segundo contingente dos especialistas — 19% do total — recomenda um esforço ainda maior para exportar mais. São respostas que não necessariamente condenam a política atual — ao contrário, muitas delas avalizam —, mas nas quais é exigido um esforço adicional para aumentar o superávit da balança.
O terceiro contingente de economistas somou 9% e sugeriu o aumento não apenas das exportações, mas também das importações, ou seja, do fluxo comercial como um todo. Neste grupo também foram incluídos os que responderam sugerindo que o governo amplie as relações com outros Países e blocos econômicos.

Fonte: Diário do Comércio e Indústria