Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Custo aduaneiro é barreira de entrada para nossos produtos”

Os ganhos potenciais com a modernização do processo aduaneiro no Brasil poderiam ser equivalentes aos obtidos com a redução de tarifas no comércio internacional. A opinião é do diretor-executivo do Grupo Banco Mundial para o Brasil e mais sete países da América Latina e Caribe, Otaviano Canuto.
Apesar de considerar difícil medir os custos da burocracia aduaneira, Canuto lembra que estudo realizado em 1997 pelo Bird, cujos resultados ainda valem para os dias atuais, aponta que na maior parte dos países emergentes, os custos das transações comerciais são maiores que as tarifas aplicadas para a exportação de manufaturados. “Isso significa que mesmo obtendo sucesso nas rodadas de negociações internacionais, o custo aduaneiro ainda funcionaria como uma barreira de entrada para os nossos produtos”, disse ele.

Fonte: Gazeta Mercantil