Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Crescimento acelerado não abala inflação, diz Credit Suisse

Um corte maior na taxa básica de juros não deve alterar significativamente a inflação. A análise é do Credit Suisse, que considera a apreciação do real, a baixa inflação e a queda da rigidez inflacionária suficientes para compensar o impacto de uma atividade econômica mais intensa sobre a inflação.
Para o banco, a retomada dos cortes na Selic não coloca em risco a inflação em níveis mais baixos e estáveis nem compromete a reputação da autoridade monetária. O real continuará influenciando o IPCA. A apreciação da moeda se estende além do curto prazo, por, talvez, mais um ano.

Fonte: Folha de São Paulo