Chinese (Simplified)EnglishPortugueseSpanish

FIQUE POR DENTRO

Apex revê estratégia de venda nos EUA

A redução da participação relativa de produtos brasileiros no mercado americano, o maior do mundo, está obrigando as autoridades brasileiras a rever as estratégias de exportação para os Estados Unidos. A Apex, a agência de promoção comercial vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Comércio e Indústria, vai ampliar o Centro de Distribuição de mercadorias brasileiras em Miami e abrir novos centros, destinados a explorar nichos de mercado para produtos de tecnologia da informação e construção civil.
Apesar de as vendas para os EUA terem crescido 116% nos últimos seis anos, o Brasil responde hoje por apenas 1,4% das compras americanas, que, em 2005, chegaram a US$ 1,670 trilhão. O curioso é que, há 21 anos, as exportações de Brasil e China para o mercado americano eram idênticas – cerca de US$ 7 bilhões. Desde então, os resultados se tornaram inteiramente distintos.

Fonte: Valor Econômico